Site: www.diarioregional.com.br

Fui repórter do Diário Regional entre abril e junho 2012 onde fiz a cobertura da cena política e do período pré-eleitoral daquele ano das cidades do Grande ABC, prioritariamente: Santo André, São Caetano, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

 

Abaixo, seleção de matérias deste período

1 – Auricchio não descarta chapa pura governista (20/5/2012)

Prefeito e fiador da candidatura governista diz que tudo está em aberto

O prefeito de São Caetano José Auricchio Jr (PTB) declarou que não está descartada a possibilidade do vice na chapa governista encabeçada pela coordenadora de ações sociais da prefeitura Regina Maura Zetone (PTB) surgir dos quadros petebistas.

 

“Todas as possibilidades existem e podem acontecer. Pode ser do PTB, de aliados, ou até quem sabe da iniciativa privada”, disse Auricchio.

 

A declaração do chefe do executivo mantém no páreo, o secretário de Esportes e vereador licenciado Gilberto Costa (PTB) que se filiou à sigla ano passado na esperança de ser indicado candidato a prefeito, abdicou de tentar a reeleição na vereança e hoje está na disputa para compor chapa com Regina Maura. Costa é presença constante em eventos partidários ao lado da pré-candidata. “Estou à disposição do grupo. Independente do cargo”, ressalta.

 

A própria indicada para defender o governo Auricchio nas urnas nunca descartou a formação petebista da chapa, inclusive tecendo elogios a Costa. “Gilberto é um dos grandes parceiros que tenho comigo e além de um bom vereador é um excelente secretário, promovendo uma verdadeira revolução na área. Posso contar com ele”, diz.

 

Além de Costa, os mais cotados para fazer parte da chapa com Regina são o chefe de Gabinete de Auricchio, Luiz Cicaroni (PP)e o reitor da USCS Silvio Minciotti (PSDB).

 

Informações de bastidores, dizem que se a disputa com o pré-candidato e dissidente governista Paulo Pinheiro (PMDB) se mostrar renhida, a opção natural seria Costa, uma vez que é um dos políticos mais populares da cidade.

 

A provável data para o fim do mistério é 6 de junho, quando por lei, os detentores de cargo público como Cicaroni e a própria Regina devem se desincompatibilizar para a disputa de outubro.

 

2 – PSDB ratifica apoio a Aidan e Paulinho é cotado para vice (22/5/2012)

 

Presidente municipal tucano diz que sigla vem para “somar” à aliança com prefeito

Em reunião na noite de ontem, o diretório estadual do PSDB decidiu referendar a decisão dos tucanos andreenses e declararam apoio ao projeto de reeleição do prefeito Aidan Ravin (PTB).

 

A seção paulista da sigla colocou apenas como pré-disposição para a aliança o já quase consolidado apoio petebista na capital à candidatura tucana de José Serra.

 

O presidente do PSDB em Santo André e entusiasta da coligação com Aidan Ricardo Torres comemorou a decisão e declarou que ela representa a “união” do partido. “ A decisão da estadual mostra que o partido como um todo está unido, que nosso diretório municipal tem autonomia e que foi uma reunião muito importante. Estamos chegando na aliança ao prefeito para somar e caminharmos juntos”, disse Torres.

 

Uma das surpresas do encontro foi a inclusão do nome do então pré-candidato e vereador Paulinho Serra na bolsa de apostas do vice tucano a ser apresentado à chapa governista de Aidan. “Alguns membros vieram me falar dessa ideia. Mas é preciso ver a conjuntura e o papel que a Dinah Zecker (atual vice-prefeita) terá nas discussões. Preciso reunir meu grupo e definir como vamos agir”, disse o parlamentar que lamentou a decisão tucana de não ter candidatura própria em Santo André. “É triste que não tenhamos. Eu acho que nossa cidade perde, mas eu respeito.”

 

Nos bastidores,  uma dobrada política Aidan-Paulinho seria considerada  imbatível ao Paço, uma vez que o tucano consegue acesso às classes mais elitizadas e setores da sociedade que se distanciaram de Aidan durante seu governo, mas rejeitam o PT. Além disso, há a possibilidade de Paulinho ser o candidato de Aidan – uma vez reeleito – em 2018.

 

Torres, também um dos cotados a vice na chapa governista, negou o surgimento de nomes. “Até temos quadros para indicar a vice, mas o importante é recolhermos eventuais cacos e irmos em frente”, disse.

Ainda de acordo com o mandatário tucano na cidade, esta semana será de “intensas” conversas internas na sigla e o início das tratativas com Aidan. O anúncio da aliança PTB-PSDB deve ser feito em breve, aguardando apenas o apoio petebista à Serra.

 

Outros pré-candidatos

O historiador e vice-presidente municipal da juventude do PSDB  Thiago Rocha, contrariando declaração dada há duas semanas, de que iria lutar “até a convenção”, por candidatura própria, do contrário, “sairia” do partido, hoje contemporizou o discurso. “Sou um soldado tucano. Respeito a decisão que foi tomada e retiro minha pré-candidatura.”

 

Os outros pré-candidatos do PSDB, vereador Marcelo Chehade e Professor Miguel Herédia não foram localizados pela reportagem.

 

3 – Vereador apresenta relatório terça e CPI pode ser encerrada (25/5/2012)

Relator se diz satisfeito com trabalhos. Donizeti diz que pode postergar se texto não for convincente

Após 75 dias de sua instalação, a Comissão Parlamentar de Inquérito criada para investigar as possíveis denúncias de extorsão na liberação de licenças ambientais no Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental) caminha para seu desfecho na próxima terça-feira com a apresentação do relatório do vereador Toninho de Jesus (DEM).

 

“Estou satisfeito com o que coletamos e com o rumo dos trabalhos e pronto para entregar meu relatório na próxima terça. O que posso adiantar é que será um texto neutro de eventuais politizações”, disse o parlamentar.

 

Em reunião deliberativa realizada ontem, os integrantes da CPI decidiram deixar um requerimento pronto de postergação dos trabalhos por mais 15 dias, caso o relatório de Jesus não agrade os demais membros, para eventuais sugestões.

 

“É um direito deles e com certeza quero ouvir o que meus pares tem a dizer sobre o texto”, disse o relator.

 

O Presidente da CPI Donizeti Pereira (PV) não arrisca um prognóstico se a comissão será adiada ou não, mas afirma que o relatório será discutido e resultado de um amplo apoio. “Temos essa reunião terça e vamos ver entre todos os integrantes, se pedimos mais alguns dias para eventuais alterações e sugestões no texto ou não. De qualquer forma, o requerimento prorrogando a CPI por mais 15 dias está pronto. Vamos ver se há a necessidade”, afirmou Pereira.

 

Ainda de acordo com o parlamentar, o relatório deve conter , entre outras coisas, sugestões para agilizar o licenciamento ambiental afim de evitar riscos e demoras que possam provocar a intervenção de inexperientes. “É preciso agilizar ou pelo menos fixar um prazo para a emissão dessas licenças. Sou a favor inclusive, de uma atualização da lei. Um empresário que vem investir na cidade, deve ter essa assessoria”, disse.

 

Linhas de Investigação

 

Donizeti não vê problemas no encerramento da CPI, na próxima terça, mesmo com as outras linhas de investigação (Procuradoria do Estado e Polícia Civil) funcionando em suas plenitudes. “A Comissão tem foco definido que são as licenças ambientais.  Não temos novas ações e provas. A investigação na polícia, por exemplo, não tem foco definido. É aberta. Pode começar por um assunto e ir para outro sem problemas”, disse.

 

4 – Saulo é oficializado e espera contar com apoio do PSDB (12/6/2012)

 

Apesar de negociar com PPS, Lair da Apae (PSC) é confirmada como vice do peemedebista

O vereador Saulo Benevides foi oficializado ontem como candidato do PMDB á prefeitura de Ribeirão Pires. A vice em sua chapa será mesmo Lair Moura Sala, a Lair da APAE (PSC) que, entre indas e vindas e negociações com o PSDB e o PPS do vice-prefeito e pré-candidato Edinaldo de Menezes, o Dedé, acabou fechando mesmo com o peemedebista.

 

“Ela acabou optando pela aliança conosco pois nosso projeto é o melhor para a cidade”, disse Benevides, que alem do PSC, tem em seu arco de alianças PTdoB, PMN, PTN e PRB.

 

Além das 6 legendas, a candidatura de Benevides pode ainda fechar acordo com o PHS, cuja executiva municipal que o apoiava sofreu intervenção do diretório estadual na última sexta-feira e do PSDB do empresário Cezar de Carvalho que negocia adesão ao barco peemedebista. 

 

“A eleição desse ano será bem disputada e equilibrada, inclusive no número das alianças”, afirmou o parlamentar, lembrando que nenhum dos pré-candidatos ultrapassou o número de 10 siglas aliadas.

 

O peemedebista comemorou os índices de pesquisa Ibope divulgada no domingo que o colocou na liderança nas intenções de voto com 26%, contra 24% da pré-candidata e ex-prefeita Maria Inês Soares (PT) e 21 % de Dedé (PPS). “A população quer um novo rumo à cidade. Não quer a volta no tempo e nem continuar nesse caminho atual”, afirmou o vereador que disse também que enfrentará a máquina municipal e a federal com humildade e apresentando propostas.

 

“Os três estão bem próximos nas pesquisas, e apesar do respeito que possuo pelos meus adversários, eu sou o candidato com menos rejeição e não tenho o peso de defender uma gestão fraca como a atual e nem um governo passado que não conseguiu eleger o sucessor”, concluiu.

 

A frente de apoio à Saulo Benevides lançará 68 candidatos a vereador, divididos em duas coligações proporcionais. PMDB-PSC-PRB e PTN-PTdoB-PMN.