Buscar
  • Caio Bruno

Pássaro de Prata



“Leve para o alto toda minha vida, meu aeroplano”

Na hora em que estava subindo no avião automaticamente me veio à cabeça a música “Máquina Voadora” do Ronnie Von. Já perdi a conta de quantas vezes viajei, mas era a primeira vez que eu embarcava em uma aeronave com aquela canção vindo naturalmente na cabeça e fazendo sentido.


“Combustível, metal e poema”

Senti todo o poder do ser humano e ao mesmo tempo toda a delicadeza do que chamamos de vida. Estava ali, a 10 mil pés de altura como diz o comandante, eu e dezenas de pessoas. Frágeis, indefesas, com dinheiro ou não, com poder ou não e ali nada disso significava passando por cima de milhões de outros seres, quilômetros do planeta e nuvens. Estava na mão de um equipamento, de um meio de transporte.


“Vejo os homens de cima em cena, entre a música de um motor”

Chegar na terra nada firme dos dias de hoje só me fazem crer que a música tem toda razão. É tudo um grande espetáculo e o final sempre se repete.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo